Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Competitividade / Firjan

Consórcio procura fornecedores fluminenses para a construção de quatro navios

Wolter ten Bokkel Huinink destacou que a Damen procura parcerias de longo prazo com os fornecedores locais de cada país que tem negócios

Wolter ten Bokkel Huinink destacou que a Damen procura parcerias de longo prazo com os fornecedores locais de cada país que tem negóciosFoto: Paula Johas

10/05/18 17:58  -  Atualizado em  11/05/18 17:00

Representantes do consórcio formado pelas empresas Damen Shipyards, SAAB e Wilson Sons se reuniram na última terça-feira (08.05), com o Sistema FIRJAN. O consórcio tem como objetivo prospectar fornecedores de modo a construir uma proposta para participar da licitação do projeto Classe Tamandaré, da Marinha. A iniciativa prevê a construção de quatro corvetas de 2,7 mil toneladas com ampla carga digital, sistemas e armamento de última geração.

Gerente de Conteúdo Local da Damen, Wolter ten Bokkel Huinink detalhou a atuação do estaleiro holandês. De acordo com ele, por entender a importância da indústria nacional e os requerimentos para de construção local, a empresa procura parcerias de longo prazo com os fornecedores locais de cada país que tem negócios.

“Queremos usar a mão de obra da região, bem como trocar conhecimentos e inovação com as empresas e institutos de pesquisa. Nosso entendimento é que para termos sucesso precisamos de um ecossistema forte. Até porque os nossos navios precisarão de manutenção”, explicou.

Alencar Leal, responsável de vendas da SAAB, empresa do setor de defesa, destacou o comprometimento do consórcio para entregar embarcações de qualidade: “Junto a bons fornecedores, nosso consórcio quer entregar a melhor solução para a Marinha”.

 

ic_Estaleiro-DAMEN_paula-johas2.jpg
O consórcio prevê a construção de 4 corvetas com ampla carga digital, sistemas e armamento de última geração | Foto: Paula Johas

Conteúdo local

Segundo o consórcio, a construção das 4 embarcações durará até oito anos e meio. As empresas têm como objetivo usar 30% de conteúdo local na fabricação da primeira e ir aumentando até chegar a 100%. As principais demandas para este projeto são sistemas elétricos, geradores, bombas, válvulas, sistemas de ar-condicionado, motores elétricos, tintas, aço, entre outros.

“Essa é uma grande oportunidade para os fornecedores brasileiros, em especial os fluminenses, não apenas de fechar negócios, mas também de desenvolverem inovação”, afirmou Renata van der Haagen, coordenadora de Relacionamento Estratégico de Petróleo, Gás e Naval da Federação.

O consórcio tem até 18 de junho para submeter sua proposta de trabalho à Marinha. Os fornecedores interessados em participar do projeto podem entrar em contato com a Damen pelo e-mail damen.tamandare.procurement@damen.com.

Para mais informações, os associados da FIRJAN podem entrar em contato via petroleo.gas@firjan.com.br.

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida