Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Qualidade de Vida

Em hackaton, FIRJAN lança desafio sobre saúde no ambiente de trabalho

O projeto Healthfy recebeu como prêmio bolsas de capacitação para o curso de introdução ao FabLab, além de consultoria da FIRJAN para submissão de projetos ao Edital de Inovação da Indústria

O projeto Healthfy recebeu como prêmio bolsas de capacitação para o curso de introdução ao FabLab, além de consultoria da FIRJAN para submissão de projetos ao Edital de Inovação da IndústriaFoto: Vitor Soares

05/06/17 10:53  -  Atualizado em  05/06/17 11:46

O absenteísmo é um dos gargalos que devem ser combatidos para aumentar a competitividade do setor produtivo brasileiro.  Segundo dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI), o problema gera um custo médio de R$ 73 mil para as empresas. Em mais uma ação com foco no bem-estar do trabalhador, o Sistema FIRJAN apoiou o hackathon Hacking Health Rio, maratona de programação voltada para soluções em saúde.

O evento reuniu cerca de 100 profissionais, empreendedores e estudantes das áreas de Tecnologia da Informação (TI), design e saúde que, durante dois dias de imersão, se dividiram em equipes para elaborar projetos com o uso da tecnologia que resolvam desafios específicos da área.

A Federação, por meio do SESI, lançou desafio na categoria “Saúde no Ambiente de Trabalho”. Juliana Fontanezi, especialista de Projetos de Saúde do Sistema FIRJAN, explicou que o objetivo era encontrar soluções focadas na prevenção.

“Buscamos inovações para gestão do absenteísmo e ferramentas para conscientizar os trabalhadores da importância da saúde para o seu dia a dia. O foco é achar uma solução que apoie essas duas vertentes”, disse Juliana, integrante da banca que avaliou os projetos.

Projetos

Após um fim de semana de desenvolvimento dos projetos, com apoio de mentores, os grupos fizeram uma apresentação de cinco minutos para uma banca formada por especialistas e profissionais da área de saúde. Os vencedores foram anunciados no dia 1º de junho, em evento realizado na Cidade da Música.

ic_hackaton-saude-geral_vitor-soares.jpg
Durante Hacking Health Rio, equipes desenvolveram soluções para desafio proposto pela FIRJAN | Foto: Vitor Soares


Das 28 ideias inscritas no Hacking Health Rio, 15 foram trabalhadas efetivamente. As sete mais impactantes, realistas, com qualidade, inovadoras, promissoras e bem apresentadas foram premiadas, independe de qual desafio elas solucionaram. Por sua vez, o Sistema FIRJAN optou por agraciar dois projetos devido as suas aplicabilidades à indústria: o Healthfy e o Gastrômetro.

O projeto Healthfy recebeu como prêmio bolsas de capacitação para o curso de introdução ao FabLab, além de consultoria e orientação da Gerência de Inovação da FIRJAN para submissão de projetos ao Edital de Inovação da Indústria. A ideia consiste na criação de games de saúde voltados para empresas, com intuito de ajudar na perda de peso e melhoria da qualidade de vida dos colaboradores.

“Já trabalhamos nesse segmento há um tempo, mas agora o alcance que vamos ganhar com o apoio da FIRJAN será muito maior, aproximando esse projeto de mais empresas e melhorando a qualidade de vida de mais pessoas”, destacou Rafael Palma, idealizador do projeto e sócio-diretor da empresa Meu Spa.

Já os integrantes do projeto Gastrômetro terão a orientação para capacitação de recursos oferecida pelo Sistema FIRJAN. “Precisamos de apoio para desenvolver melhor nosso aparelho. Com a ajuda da FIRJAN, traremos mais robustez ao nosso projeto”, afirmou Julia Nascimento, gestora do projeto e graduanda em biotecnologia. A ideia consiste em facilitar a análise, sem precisar recorrer a laboratórios, dos exames de ureia marcada com carbono, que detecta câncer gástrico.

Carla Giordano, gerente de Inovação da Federação, ressaltou que, com esses prêmios, as ideias elaboradas durante a maratona poderão ser aprimoradas. De acordo com ela, eventos que ocorrem nesse formato de hackathon são fundamentais para ampliar e evoluir o ecossistema inovativo.

“É um novo cenário da inovação, dentro de um ambiente mais amplo, com uma cadeia de valor que gera mais volume de negócios, ideias e projetos. É muito importante para a FIRJAN apoiar esse movimento, porque esses empreendedores no futuro estarão abrindo suas empresas e participando dessa cadeia global, ou trabalhando na indústria, praticando o intraempreendedorismo”, afirmou.

Também foram propostos, por outras instituições, desafios em áreas como “Saúde no Esporte”, “Saúde Pública” e “Médico Empreendedor”.

ic_hackaton-saude-gastrometro_vitor-soares.jpg
Integrantes do projeto Gastrômetro terão a orientação para capacitação de recursos oferecida pelo Sistema FIRJAN | Foto: Vitor Soares

 

Hacking Health Rio

O Hacking Health Rio é um hackathon surgido em 2012, no Canadá, com o objetivo de criar soluções para problemas reais, promovendo, dessa forma, melhora no cuidado da saúde e bem-estar das pessoas.

Atualmente o evento está presente em 55 cidades do mundo. O Rio de Janeiro foi a segunda cidade do Brasil a receber a maratona de programação, depois de Ribeirão Preto.

Confira a classificação dos sete premiados no Hacking Health Rio:

1º lugar: Check in da Saúde;

2º lugar: Portal Superação;

3º lugar: Healthfy

4º lugar: TriÁgil;

5º lugar: Gastrômetro

6º lugar: PillCorp;

7º lugar: Sistema de Integração Esporte e Saúde.
 

O Hacking Health Rio aconteceu entre 26 e 28 de maio, na Nave do Conhecimento do Engenho de Dentro.

Confira as fotos

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida