Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Infraestrutura / Competitividade

Desenvolvimento da Baixada: Eduardo Eugenio vai ajudar áreas prioritárias da região

Eduardo Eugenio participou de reunião com empresários em Nova Iguaçu

Eduardo Eugenio participou de reunião com empresários em Nova IguaçuFoto: Paula Johas Marques

18/07/19 17:31  -  Atualizado em  19/07/19 16:21

Em visita aos empresários da Baixada Fluminense, o presidente da Firjan Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira se comprometeu em apoiar as demandas necessárias para o desenvolvimento da indústria na região. Durante reunião de conselho na regional de Nova Iguaçu nesta quinta-feira, 18, ele informou que vai criar um núcleo de inteligência para pensar soluções que ajudem áreas prioritárias como segurança e infraestrutura. 
 
Após ouvir relatos de empresários e representantes de sindicatos, Eduardo Eugenio afirmou que vai se esforçar para trazer ao debate um pequeno grupo de profissionais especialistas nos temas de interesse dos industriários.  A intenção é que esses representantes possam construir um diálogo direto com as esferas federal e estadual e levem as demandas da Baixada para Brasília e outras instâncias de poder.  
 
“Vamos trabalhar com um núcleo atuante e que proponha soluções assertivas para esta região tão importante para o desenvolvimento econômico do estado do Rio de Janeiro”, afirmou. 
 
Na oportunidade, o presidente da regional de Nova Iguaçu, Carlos Erane, também pediu apoio para o Arco Metropolitano. “É preciso renovar nossas ações em prol desse projeto que pode, sim, trazer mais progresso para o desenvolvimento da nossa região”, disse. 
 
“Vamos trabalhar com um núcleo atuante e que proponha soluções assertivas para esta região tão importante para o desenvolvimento econômico do estado do Rio de Janeiro”, Eduardo Eugenio, presidente da Firjan. 
 
Ao longo do encontro, que reuniu empresários de áreas como tecnologia e inovação, alimentos, construção civil, armamento não letal, mineração e metal mecânico, foram lembrados avanços conquistados no último mês: a confirmação do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) da Baixada em Duque de Caxias e o investimento de até R$ 150 milhões no programa Segurança Presente
 
O presidente da federação Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira lembrou, ainda, dos investimentos previstos para o estado. “Temos que ser mais otimistas. A tão esperada Reforma da Previdência está se encaminhando e há uma agenda de privatizações e investimentos muito positiva para o Rio”, finalizou.
 
Vale lembrar que estudo divulgado pela Firjan em maio indicou que o estado tem potencial de receber até R$ 54,8 bilhões em concessões e Parcerias Público Privada (PPPs) distribuídos em 142 oportunidades.
 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida