Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Firjan

Presidente da Alerj confirma reforço na segurança da Baixada em reunião da Firjan

Deputado Ceciliano: Alerj vai aplicar R$ 150 milhões esse ano na área de segurança pública

Deputado Ceciliano: Alerj vai aplicar R$ 150 milhões esse ano na área de segurança pública

Tempo médio de leitura: ...calculando.

Publicado em 6/28/19 2:38 PM  -  Atualizado em  6/28/19 3:29 PM

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), deputado André Ceciliano, confirmou investimentos para reforçar a segurança da Baixada Fluminense. A declaração foi dada quarta-feira, 27/06, durante reunião na Firjan Nova Iguaçu. Ceciliano afirmou que o governo do Estado em parceria com a Alerj já adquiriu um imóvel e vai implementar o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) da Baixada em Duque de Caxias. “Por meio deste projeto será instalada a Central de Monitoramento por Câmeras, que vai ajudar no patrulhamento das principais vias de acesso à região, como a Dutra”, disse
 
A presença de Ceciliano na Firjan aconteceu após os conselheiros da federação levarem o impasse da insegurança e dos altos índices de criminalidade à esfera estadual. Para se ter uma ideia, o número de roubo de cargas, um dos principais problemas da região, aumentou 310% nos últimos dez anos. Nesse contexto, o presidente da Firjan Nova Iguaçu, Carlos Erane, frisou que sem segurança não há desenvolvimento econômico e reforçou a importância de discutir a questão além das quatro paredes do gabinete.  “A Baixada está carente de atenção e esse olhar do Ceciliano, que se comprometeu em mobilizar a bancada para estar conosco, é fundamental”, disse. 
 
“Os empresários da Baixada estão fazendo a sua parte e insistindo em produzir ao invés de simplesmente abandonar a região. É hora de os governantes fazerem a sua parte e nós estamos dispostos a contribuir com isso", Carlos Erane, presidente da Firjan Nova Iguaçu
 
Além do CICC – um dos principais pleitos da Firjan -, o deputado estadual lembrou do programa Segurança Presente, anunciado há duas semanas em reunião da Frente Parlamentar em Defesa da Baixada da Alerj. A iniciativa deve contemplar os 13 municípios da região e vai receber uma fatia expressiva da Assembleia. “A Alerj vai aplicar R$ 150 milhões esse ano na área de segurança pública, dos quais R$ 100 milhões já foram investidos na convocação de 3 mil policiais concursados, aquisição de equipamentos de segurança, 30 caveirões compactos para patrulhamento de comunidades e doação de veículos”.  Ceciliano confirmou ainda que 500 dos 3 mil policiais já foram chamados e, desse efetivo, pelo menos 200 devem ser enviados para a Baixada Fluminense. 
 
Mobilização pelo Fórum da Segurança 
 
A realização de um Fórum de Segurança da Baixada também foi tema da reunião na Firjan Nova Iguaçu. O presidente da Alerj sugeriu a convocação do evento com o objetivo de reunir lideranças e membros das forças de segurança para discutir ações ainda mais efetivas. O encontro está previsto para agosto. Na visão de Carlos Erane, a presença de Ceciliano na reunião e os programas anunciados representam um passo importante para a retomada do desenvolvimento econômico da região. “Os empresários da Baixada estão fazendo a sua parte e insistindo em produzir ao invés de simplesmente abandonar a região. É hora de os governantes fazerem a sua parte e nós estamos dispostos a contribuir com isso”, finalizou.
 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida