Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Infraestrutura

Tarifa branca de energia para redução do preço entra em vigor, mas demanda atenção

06/01/20 10:59  -  Atualizado em  06/01/20 11:05

A partir deste ano, os consumidores já podem aderir à tarifa branca de energia e economizar na conta de luz. Pequenos estabelecimentos industriais podem ser contemplados, entretanto, segundo Tatiana Lauria, especialista em Infraestrutura da Firjan, é preciso ficar atento ao perfil de consumo para não errar e pagar mais caro. Para isso, é fundamental observar as variações de horário e de preço adotado por cada operadora atuante no estado.

Os interessados devem requerer a troca do medidor junto à concessionária, que terá prazo de até 30 dias da data da solicitação para concluir a operação. O consumidor não será cobrado pela adesão, mas poderá ficar responsável pelos custos decorrentes de eventuais alterações no padrão de entrada da energia no imóvel. Não há necessidade de trocar medidor para quem permanecer no modelo antigo.

O sistema gera cobrança de valores diferentes em função da hora e do dia da semana em que se consome a energia elétrica. “O ideal é que se desloquem atividades, como ligar máquinas e aparelhos de ar condicionado e tomar banho em chuveiro elétrico, para fora dos horários intermediários e de pico e/ou para os fins de semana, a fim de se obter realmente uma economia de energia. Um consumidor da Enel que aderir à tarifa branca poderá ter uma redução de cerca de 19% na sua conta. Por outro lado, se ele consumir no momento de pico, sua tarifa irá quase dobrar de valor, podendo ter em média um aumento de 87%”, alerta Tatiana.

Ela ressalta que, em caso de arrependimento com a migração, o consumidor poderá solicitar a volta à tarifa convencional. Sendo assim, a distribuidora terá 30 dias após o pedido para retornar o consumidor ao sistema antigo. Se decidir participar de novo da modalidade tarifária branca, haverá um período de carência de 180 dias.

Atenção para os horários com energia mais cara:

Horários

Light

Horário de ponta: 17h30 às 20h30

Intermediário: 20h30 às 22h30

 

Enel

Intermediário 1: 16h às 18h

Horário de ponta: 18h às 21h

Intermediário 2: 21h às 22h

 

Energisa

Horário Intermediário 1: 17h às 17h59

Horário de ponta: 18h às 20h59              

Horário Intermediário 2: 21h às 21h59

 

Tarifas praticadas R$/kWh

Light

Horário de ponta: 1,147

Intermediário: 0,764

Branca fora de ponta: 0,552

Convencional: 0,626

 

Enel

Horário de ponta: 1,246

Intermediário 1: 0,810

Intermediário 2: 0,810

Branca fora de ponta: 0,539

Convencional: 0,668

 

Energisa

Horário de ponta: 1,259

Intermediário: 0,789

Fora de ponta: 0,51

Convencional: 0,65

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida