Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Competitividade

Selo fiscal trará mais competitividade para setor de Águas Minerais fluminense

14/08/19 16:12  -  Atualizado em  14/08/19 16:16

Durante encontro com o governador do estado do Rio, Wilson Witzel, Marcelo Pacheco, Diretor do Sindicato Nacional da Indústria de Águas Minerais (SINDINAM), defendeu a implantação e regulamentação de um selo fiscal de controle e procedência nas embalagens que contenham água mineral, natural ou potável de mesa e adicionada de sais, em circulação no Rio, ainda que proveniente de outros estados.

A reunião, que aconteceu na Firjan, contou com empresários de diversos segmentos, além de secretários do governo, que se comprometeram a atender as demandas que integram a Agenda Positiva com o Governo do Estado.

“Dez estados já implantaram um selo de procedência e fiscal, como o que estamos defendendo, e obtiveram bons retornos da sociedade. Com o nosso, a expectativa é aumentar a competitividade, a percepção positiva do consumidor em relação ao produto água mineral natural e, assim, aumentar as vendas”, explicou Pacheco.

Carlos Alberto Lancia, presidente do Sindinam, conta que o pleito é de todo o setor e foi aprovado, em 2016, em assembleia nacional. “O selo fiscal iguala as condições tributárias em nível nacional em relação ao ICMS, garantindo competição justa ao nosso estado”, ressalta.
 

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida