Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Competitividade

Oficina no Summit Firjan IEL + Festival Futuros Possíveis 2021 une FabLab e pensamento Lean

Oficina foi voltada para profissionais da indústria, interessados em entender o link entre o Lean, os processos industriais e as técnicas de prototipagem

Oficina foi voltada para profissionais da indústria, interessados em entender o link entre o Lean, os processos industriais e as técnicas de prototipagemFoto: Maria De La Gala / Casa Firjan

Tempo médio de leitura: ...calculando.

Publicado em 19/11/21 17:26  -  Atualizado em  19/11/21 17:43

Mostrar o FabLab como local de experimentação aliado ao método Lean (conceito de produção enxuta) foi a proposta de uma das oficinas do Summit Firjan IEL + Festival Futuros Possíveis 2021, em 18/11. Intitulada Prototipagem no Pensamento Lean, a iniciativa mostrou a importância da cultura de prototipagem na empresa, tanto para criar e validar um produto, quanto para melhorar o próprio processo de fabricação dele. “A indústria pensa em fazer um protótipo, em planejar. No FabLab, o custo é muito menor”, acrescenta Daniel Adão, especialista em Lean da Firjan.

E como levar a cultura de prototipagem dos FabLabs para dentro das fábricas? “É preciso valorizar a criatividade das pessoas e dar espaço para que elas criem formas de melhorar os produtos e processos. É preciso não se acostumar com as coisas que “sempre foram assim” e buscar alternativas. A prototipagem serve para materializar as soluções e testá-las, num fluxo de melhoria contínua”, exemplifica Rozeani Araujo, líder do FabLab Casa Firjan.

No Fab Lab é possível criar protótipos de novos produtos e também de peças para uso no processo de fabricação, como gabaritos e ferramentas personalizadas. É nessa criação e experimentação para melhoria contínua que a prototipagem encontra o Lean.

A oficina foi voltada para profissionais da indústria, interessados em entender o link entre o Lean, os processos industriais e as técnicas de prototipagem. O desafio proposto aos participantes foi montar uma catapulta, feita com corte a laser. Durante a oficina foi observado que utilizando a tecnologia de fabricação digital, assim que o participante encontrava alguma peça com defeito, uma nova parte era feita em minutos para substituição.

Isso demonstra o valor de agir com rapidez assim que uma falha é identificada, e também que a fabricação digital consegue responder em alta velocidade a esta demanda. O último desafio foi um teste do produto para atender a uma demanda hipotética de melhoria feita por cliente. Os participantes viram como fazer protótipos rápidos para testar ideias. Dessa forma, foi possível acompanhar na prática o desenvolvimento de uma atividade no laboratório, observando os critérios Lean. Os participantes terão direito ainda a uma mentoria individual e acesso a uma plataforma com cases de empresas que utilizam fabricação digital.

A metodologia não é recente, foi criada pela Toyota no início do século XX. " O mais importante é entender a Filosofia Enxuta. A regra básica é aprender fazendo. Os cinco princípios do Lean estão ligados a determinar o valor sob a ótica do cliente, produção em fluxo contínuo e a busca contínua pela perfeição", pontua Adão.

Para rever, inscreva-se em https://summitefuturospossiveis.casafirjan.com.br/
 

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida