Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Infraestrutura / Competitividade/ Economia

Governo do Estado anuncia pacote de obras de infraestrutura atendendo a reivindicações da Firjan

Luiz Césio Caetano, 1º vice-presidente da Firjan, na mesa principal com o governador Cláudio Castro: pacote de obras que contou com o apoio da Firjan foi o tema principal do almoço empresarial

Luiz Césio Caetano, 1º vice-presidente da Firjan, na mesa principal com o governador Cláudio Castro: pacote de obras que contou com o apoio da Firjan foi o tema principal do almoço empresarialFoto: Paula Johas/Firjan

Tempo médio de leitura: ...calculando.

Publicado em 13/08/21 18:54  -  Atualizado em  16/08/21 18:10

O PactoRJ, pacote de investimentos que o Governo do Estado anunciou na manhã desta sexta-feira (13/08), foi o tema central do almoço empresarial organizado hoje pelo Lide Rio de Janeiro (Grupo de Líderes Empresariais) com o governador Cláudio Castro. Ao lado de Luiz Césio Caetano, 1º vice-presidente da Firjan, e dezenas de empresários, o governador falou sobre diversas obras do PactoRJ e que constam no documento Rio Canteiro de Obras, elaborado pela Federação. Entre elas estão uma ponte em Porto Real, que vai servir ao Cluster Automotivo do Sul Fluminense, e a Ponte da Integração, no Norte Fluminense, num total de R$ 17 bilhões em investimentos nos próximos três anos.

Durante sua apresentação no almoço, Castro fez referências à Firjan pela contribuição da instituição no mapeamento dos investimentos prioritários em infraestrutura no estado, além do apoio na questão do saneamento. Segundo Césio Caetano, o evento mostrou que o governo estadual e a Firjan trabalham na mesma direção por um ambiente de negócios melhor. Outro ponto em comum se refere à importância do desenvolvimento do interior fluminense.

“Além da convergência com obras listadas no Rio Canteiro de Obras, da Firjan, o governador pontuou os investimentos na infraestrutura do interior, porque deseja promover o desenvolvimento das regiões do estado. Isso é ótimo e está alinhado com o que nós propusemos. As metas apresentadas estão em sintonia com as demandas da Firjan”, ressaltou Caetano.

O PactoRJ prevê mais de 50 projetos nos 92 municípios fluminenses. Entre eles estão projetos do “Rio Canteiro de Obras”, como a construção de uma ponte de ligação dos polos industriais Nissan - Volkswagen/Stellantis, um dos itens para adequação de acesso às indústrias do Sul Fluminense, presente no documento. Outra iniciativa do “Rio Canteiro de Obras” confirmada foi a conclusão da Ponte da Integração, entre São João da Barra e São Francisco de Itabapoana, no Norte Fluminense, obra que se arrasta desde a década de 70 e vai encurtar a distância entre os distritos industriais de São João e de Campos.

Ainda em Infraestrutura, o governo anunciou a melhoria de 10 mil km de estradas de produção, “a maioria no interior”, segundo o governador, responsável pelo escoamento da produção agrícola. Além da recuperação de 883 km de estradas estaduais, que correspondem a 50% das RJs. As estradas a serem reformadas não foram detalhadas pelo governo, mas no documento “Rio Canteiro de Obras”, elaborado pela Firjan a pedido do Governo do Estado, foram especificadas 20 vias em várias regiões do estado.

“Sinto a ausência do poder público no interior, e a gente hoje dá um passo gigantesco para finalizar a junção do estado do Rio com o estado da Guanabara, que sinceramente nunca terminou porque o interior sempre foi deixado de lado”, disse o governador.

O governador anunciou ainda que a conclusão da Linha 4 do metrô (estação Gávea) – outra reivindicação presente no Rio Canteiro de Obras – poderá ser incluída no pacote, caso o embate jurídico sobre o tema seja resolvido. Outra intervenção anunciada, a ampliação da Via Light, também consta nas propostas da Firjan, só que no Mapa do Desenvolvimento do Estado do Rio 2016-2025, elaborado pela Federação com o apoio de mais de 1 mil empresários.

O governo estima que as intervenções poderão gerar cerca de 150 mil novos postos de trabalho, a maioria nos locais das obras. Além das ações em infraestrutura, o pacote reúne intervenções nas áreas de desenvolvimento social e econômico, saúde, educação, segurança, turismo, meio ambiente e cultura e lazer. O recurso é oriundo do próprio orçamento estadual e do leilão da Cedae.

O almoço empresarial também contou com a presença de Raul Sanson, 2º vice-presidente da Firjan CIRJ; Celso Matos, vice-presidente da Firjan e presidente do Sindicato das Indústrias de Reparação de Veículos e Acessórios do Estado do Rio de Janeiro (Sindirepa); e Carla Pinheiro, diretora da Firjan e presidente da Associação de Joalheiros e Relojoeiros do Estado do Rio (AjoRio).
 

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida