Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Qualidade de Vida

Firjan SESI lança programa para reabilitar trabalhador com sequelas da Covid-19

Tempo médio de leitura: ...calculando.

Publicado em 17/06/21 14:06  -  Atualizado em  21/06/21 17:35

A Covid-19 tem se mostrado uma doença que pode causar danos durante o período de incidência e também após a cura. Especialistas relatam que mesmo curados, muitos indivíduos permanecem com as sequelas geradas pela doença, como dificuldade respiratória, cansaço, perda de movimento, coordenação motora e complicações cognitivas e psíquicas, além de lapso de memória, entre outras, que podem durar meses e precisam ser tratadas.

Com o intuito de tornar o processo de recuperação do trabalhador mais completo, a Firjan SESI desenvolveu o Programa de Reabilitação Pós Covid-19 para apoiar empresas e colaboradores no processo de retomada plena das rotinas de trabalho, oferecendo atendimento profissional multidisciplinar humano, com um olhar individualizado e acompanhamento progressivo para recuperar o bem-estar dos pacientes e a competividade das empresas.

Segundo Noélly Mercer, coordenadora de Promoção de Saúde da Firjan SESI, a proposta do programa é completa e abrangente, pois atende tanto as necessidades dos trabalhadores, como das empresas, além de possuir olhar personalizado para a saúde mental e emocional dos trabalhadores. “Além do cuidado da Firjan SESI, as empresas que fizerem adesão ao programa terão um atendimento personalizado. Cada trabalhador terá ações desenvolvidas de acordo com suas necessidades individuais”, afirma.

O programa conta com etapas presenciais e on-line e é desenvolvido a partir do quadro clínico do paciente. Assim, as empresas reintegram os trabalhadores, mantêm a força de trabalho saudável e suas operações produtivas em plena capacidade. São oferecidas condições especiais para indústrias e empresas associadas à Firjan.

Sequelas duradouras

Pesquisa publicada no Journal of the American Medical Association (JAMA), mostra que 87% das pessoas entrevistadas relatam ter algum dos sintomas da doença, seja cansaço ou problemas respiratórios, mesmo após meses da cura. Além disso, dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam que uma em cada quatro pessoas pode permanecer com sintomas da Covid-19 até cinco semanas depois de testar positivo, e outros casos apontam sintomas mesmo após 3 meses.

Além de disfunção física e psicológica, o novo coronavírus pode deixar sequelas duradouras, como dificuldade para respirar, para falar ou para engolir, além de fadiga, falta de apetite e diminuição do olfato. Em alguns casos mais severos, a doença provoca a redução de até 30% da capacidade da função pulmonar, o que dificulta ou até impede o processo de retomada das atividades de trabalho e lazer.

Conheça o Programa de Reabilitação Pós Covid-19

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida