Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Economia do Rio

Firjan: indústria cria mais de 3 mil empregos em março, terceiro mês consecutivo de alta

Tempo médio de leitura: ...calculando.

Publicado em 29/04/21 15:07  -  Atualizado em  29/04/21 19:07

A despeito das medidas restritivas de combate à pandemia adotadas em março deste ano, a indústria fluminense seguiu a tendência de alta e registrou a abertura de 3.033 postos de trabalho, tornando-se a segunda maior contratante neste que foi o terceiro mês consecutivo de mais admissões do que demissões. A análise, feita pela Firjan a partir da plataforma Retratos Regionais, revela ainda que a tendência de alta se repetiu em todos os demais grandes setores: Serviços (+7.595), Comércio (+2.270) e Agropecuária (+199), num total de 13.097 novos postos de trabalhos formais em todo o estado.

No setor de Indústrias, segmentos ligados à Construção Civil (+1.164), à Manutenção, Reparação e Instalação de Máquinas e Equipamentos (+762) e à Confecção de Artigos do Vestuário e Acessórios (+510) impulsionaram a geração de empregos. Já no setor de Serviços, as maiores contratações ocorreram nos segmentos de Serviços de Catering, Bufê e Outros Serviços de Comida Preparada (+1.464), Limpeza em Prédios e em Domicílios (+1.252) e Atividades de Atendimento Hospitalar (+731).

Por outro lado, após seis meses consecutivos de recuperação, o segmento de Restaurantes e Outros Estabelecimentos de Serviços de Alimentação e Bebidas voltou a demitir em março (-1.117), diante de novas restrições impostas para frear o contágio da Covid-19 no estado. No período de 12 meses desde abril do ano passado a março deste ano, os setores de Serviços (-57.217) e Indústria e Construção (-5.791) ainda acumulam perdas. Já o Comércio (+2.075) e a Agropecuária (+29) apresentaram resultados positivos nessa comparação, indicando que as contratações superaram os desligamentos no acumulado do período de abril de 2020 a março de 2021.

“É provável que em abril, quando houve um período maior de restrições, haja uma redução na velocidade de recuperação. Mas a gente entende que essa velocidade é mais constante, uma vez que boa parte das interrupções já não acontece mais. Então a tendência hoje é que tenhamos uma normalização nas contratações nos próximos meses”, disse o gerente de Estudos Econômicos da Firjan, Jonathas Goulart.

No saldo geral de vagas abertas, 74 dos 92 municípios fluminenses apresentaram geração líquida de emprego formal em março de 2021, frente a apenas 31 cidades que estavam contratando um ano antes, quando eclodiu a pandemia no país. Entre as regiões com melhor recuperação no setor industrial em março deste ano está o Norte Fluminense, com 1.118 novas vagas – a maior parte na Construção (+849). Outro destaque foi o Sul Fluminense (+867), especialmente pelos segmentos Automotivo (+252) e de Manutenção, Reparação e Instalação de Máquinas e Equipamentos (+251). A capital fluminense foi a terceira maior contratante na indústria em março (+504), com destaque para a Confecção de Artigos do Vestuário e Acessórios (+239).

Plataforma Retratos Regionais

A plataforma Retratos Regionais tem como base o saldo de empregos formais disponibilizados no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia. Em painel setorial são disponibilizados dados específicos dos setores industriais.

Em painel regional, que também permite a busca por município, é apresentado o cenário geral de empregos, incluindo todos os grandes setores. A plataforma pode ser acessada através deste link: www.firjan.com.br/retratosregionais.
 

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida