Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Infraestrutura

Firjan e outras entidades de Campos realizam ato público por mais segurança na BR-101

Entidades empresariais se reuniram em frente à Câmara de Vereadores

Entidades empresariais se reuniram em frente à Câmara de Vereadores

09/05/19 18:25  -  Atualizado em  10/05/19 09:51

A Firjan e outras entidades empresariais como Associação Comercial e Industrial de Campos ( ACIC) e CDL realizaram, na manhã de quinta-feira, 09/05, um ato público nas escadarias na Câmara Municipal de Campos por mais segurança na BR-101. Também participaram da manifestação vereadores e secretários municipais.

As entidades decidiram organizar o ato devido à grande quantidade de ocorrências registradas na rodovia, principalmente no trecho próximo a Manilha, onde acontecem, com frequência, assaltos e arrastões.

“Nosso objetivo não é denunciar o que tem acontecido, isso todos já sabem. O que queremos é mostrar a indignação da sociedade. Não é possível que continuemos reféns do medo quando trafegamos pela rodovia mais importante do estado”, disse Fernando Aguiar, presidente da Firjan Norte Fluminense.

O secretário de Desenvolvimento Humano e Social do município, Marcão Gomes, representou o prefeito de Campos, Rafael Diniz. Segundo ele, o assunto foi debatido por prefeitos da região durante uma das reuniões do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Norte e Noroeste Fluminense (Cidennf),

Ele afirmou que todos os prefeitos assinaram um ofício solicitando providências, que será encaminhado ao presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), André Ceciliano, ao presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, e ao governador do Estado, Wilson Witzel.

“É um movimento que não pertence a partidos e sim a toda a sociedade. Queremos sensibilizar as autoridades de segurança pública e resolver essa situação o mais breve possível", disse ele.

Ao fim do ato, as entidades empresariais também decidiram se unir e enviar ao Conselho de Segurança do estado uma carta solicitando a solução para o problema, conjuntamente.

“Além da insegurança de todos que passam pela estrada, essa situação causa também prejuízos enormes ao setor produtivo, devido aos altos índices de roubo de cargas. Resolver este problema também é muito importante para a recuperação econômica do Rio”, finalizou Fernando Aguiar.

Confira as fotos

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida