Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Competitividade

Aquário Casa Firjan: observar é o primeiro passo para o sucesso da prototipagem

Tempo médio de leitura: ...calculando.

Publicado em 11/08/21 11:11  -  Atualizado em  11/08/21 15:38

Prototipar significa transformar uma ideia que está na cabeça em uma "coisa física".  A definição é de Damian Gomez, coordenador do Serviço Tecnológico em Automação Industrial do Instituto SENAI de Tecnologia (IST) Automação e Simulação, que participou do Aquário Casa Firjan sobre “Espaços de fabricação digital: Inovação e tecnologia no Rio de Janeiro”, em 10/08. "Pode ser um desenho no papel, a fabricação de uma placa eletrônica, uma metodologia ou um aplicativo. O conceito de protótipo é muito amplo”, afirmou.

O que dá o pontapé inicial ao processo, na opinião de Damian Gomez, é ter o espírito observador e estar atento para entender qual é a necessidade que poderá ser transformada em protótipo, um negócio, uma patente ou um projeto. “Não tenha medo de errar, se jogue, pesquise, pergunte, converse e chegue ao seu laboratório para prototipar. O mundo precisa de soluções”, justifica.

Ambientes de inovação digitais são feitos de pessoas. Não é à toa que a principal característica de espaços de prototipagem pelo mundo seja a realização de atividades de engajamento da comunidade, de acordo com Guilherme Monteiro, fundador do Instituto HUB. “O mais interessante, o que cria fagulhas para o desenvolvimento de projetos em comum, é o encontro dessas pessoas”, destaca.

Para Monteiro, os espaços de inovação, como FabLabs, precisam se fazer mais presentes na sociedade, para que mais pessoas saibam da existência dessa oportunidade. Além da divulgação em redes sociais, o especialista sugere abrir os laboratórios uma vez ao mês, por exemplo, para pessoas e escolas da região, de forma gratuita, para que conheçam a dinâmica do aprendizado. “Esse pode ser um mecanismo fundamental. O resto é consequência”, enfatiza.

Antes da pandemia, esta era uma prática na Firjan. Atualmente, os eventos ocorrem mensalmente, em formato on-line. Confira aqui a playlist do FabLab Open Day virtual.

Rozeani Araújo, líder técnica do FabLab da Casa Firjan, em Botafogo, também destaca as pessoas como o principal valor no espaço de prototipagem. Pode haver confusão ao achar que o mais valoroso é a impressão 3D, mas o importante é a clareza do que se pretende fazer e a conexão entre pessoas: “São elas que estão cocriando, trocando, gerando valor juntas”, ressalta a mediadora do evento.

A troca de experiências pode ser com pessoas que fazem projetos diferentes, por exemplo, entre um que faz otimização de energia e outro que desenvolve uma ideia na área da moda, explica a técnica do FabLab. “Eles trocam experiências e contribuem um com o conhecimento do outro para desenvolver uma solução, e isso é muito rico”, analisa Rozeani.

Acesse aqui a íntegra do evento

LEIA TAMBÉM:

FAB BR3: reconectar é a palavra de ordem para os 130 FabLabs do país

FabLab mostra como a fabricação digital facilita a cocriação no mundo a partir de projetos abertos

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida