Portal Sistema Firjan
menu
Evento

Auto de João da Cruz

O que é

O texto de Ariano Suassuna conta a história de um jovem que decide deixar tudo para trás em busca de riquezas. A montagem comemora os 10 anos da Cia Omondé.

Valor

R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)

Local

Teatro da Firjan SESI no Centro
Av. Graça Aranha, 1 - Centro
Vendas de ingressos: segunda a sexta, das 11h30 às 19h30. Sábados, domingos e feriados, quando houver atração, duas horas antes, na bilheteria do teatro.
Rio de Janeiro - RJ

  • Data

  • Horário

  • Título

  • 16/01/2020
  • 19h às 20h30
  • Teatro
  • 17/01/2020
  • 19h às 20h30
  • Teatro
  • 18/01/2020
  • 19h às 20h30
  • Teatro
  • 19/01/2020
  • 18h às 19h30
  • Teatro
  • Exibir Mais Datas
  • 23/01/2020
  • 19h às 20h30
  • Teatro
  • 24/01/2020
  • 19h às 20h30
  • Teatro
  • 25/01/2020
  • 19h às 20h30
  • Teatro
  • 26/01/2020
  • 18h às 19h30
  • Teatro
  • 30/01/2020
  • 19h às 20h30
  • Teatro
  • 31/01/2020
  • 19h às 20h30
  • Teatro
  • 01/02/2020
  • 19h às 20h30
  • Teatro
  • 02/02/2020
  • 18h às 19h30
  • Teatro
  • 06/02/2020
  • 19h às 20h30
  • Teatro
  • 07/02/2020
  • 19h às 20h30
  • Teatro
  • 08/02/2020
  • 19h às 20h30
  • Teatro
  • 09/02/2020
  • 18h às 19h30
  • Teatro
  • 13/02/2020
  • 19h às 20h30
  • Teatro
  • 14/02/2020
  • 19h às 20h30
  • Teatro
  • 15/02/2020
  • 19h às 20h30
  • Teatro
  • 16/02/2020
  • 18h às 19h30
  • Teatro

Detalhes

Inconformado com a ausência do pai e com a miséria em que vive, João decide sair de casa, deixando tudo para trás e partindo em busca de riquezas. Deus e o Diabo fazem, então, uma aposta pela alma do rapaz, que passa a ter tudo que deseja ao mesmo tempo que se distancia de sua própria humanidade, família e amigos.

João se transforma em um homem frio e perverso, que quando enfim recupera a consciência percebe que tudo que lhe importava já não mais existia. Ainda em vida, ele é sentenciado por seus atos no mesmo local onde os mortos são julgados, em uma antecipação da cena icônica de “O Auto da Compadecida”.

Espelhado nos dias de hoje, o espetáculo questiona até que ponto alguém pode se vender para conseguir o que quer, qual é o mínimo necessário para ser feliz e o que é preciso para conquistar bens materiais. A peça mostra o homem individualista, ególatra, que só pensa em adaptar o mundo a si mesmo e explorar a natureza para gerar mais dinheiro.

Comemorando 10 anos de trabalho, a Cia Omondé apresenta uma montagem inédita de “Auto de João da Cruz”, uma tragicomédia de Ariano Suassuna, com a direção de Inez Viana. O texto é uma adaptação do poema trágico “Fausto”, do escritor alemão Goethe, e do cordel “A história do estudante que vendeu a alma ao diabo”, de autor desconhecido.

Gênero: Tragicomédia
Duração: 90 min

Ficha técnica:
Texto: Ariano Suassuna
Direção: Inez Viana
Elenco: Carolina Pismel, Iano Salomão, Júnior Dantas, Leonardo Bricio, Luis Antonio Fortes, Zé Wendell, André Senna, Elisa Barbosa e Tati Lima
Direção de movimento: Denise Stutz
Consultoria de cenografia: Nello Marrese
Iluminação: Ana Luzia de Simoni
Figurino: Flavio Souza
Assessoria dramatúrgica: Carlos Newton Júnior
Cenotécnico: André Salles
Assistente de cenografia e contrarregra: Matheus Ribeiro
Fotos e operação de luz: Rodrigo Menezes
Programação visual: André Senna
Assessoria de imprensa: Ney Motta
Produção: Eu + Ela Produções Artísticas e Pé de Vento Produções
Direção de produção: Douglas Resende
Produção executiva: João Paulo Rodrigues
Realização: Cia OmondÉ

Foto: Divulgação

Compre agora o seu ingresso

Comprar

Mapa

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida