Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Competitividade

Parceria com influenciadores digitais aproxima marcas de sua comunidade

A importância dos influenciadores digitais na estratégia de marketing foi tema de palestra na Casa Firjan, com participação da co-fundadora e CCO do Youpix, Bia Granja.

A importância dos influenciadores digitais na estratégia de marketing foi tema de palestra na Casa Firjan, com participação da co-fundadora e CCO do Youpix, Bia Granja.Foto: Paula Johas

03/04/19 12:34  -  Atualizado em  03/04/19 17:59

Já ouviu falar de influenciadores digitais? E já pensou em agregá-los à sua estratégia de marketing? Hoje, 71% dos brasileiros já seguem algum influenciador. Destes, 55% dizem pesquisar a opinião desse grupo antes de efetivarem uma compra importante; 86% já descobriram um produto via criador de conteúdo digital; e 73% já fizeram uma compra por indicação desse profissional. Os dados do estudo de 2018 da Qualibest refletem uma oportunidade que já é realidade para muitas empresas.

“É uma estratégia que dá resultado, sim, e se torna cada vez mais importante”, afirmou Bia Granja, co-fundadora e CCO do Youpix, aceleradora da indústria de marketing de influência, e uma das maiores experts do assunto no Brasil. O tema foi debatido na palestra “Marketing de Influência: O poder das mídias sociais”, na Casa Firjan, em 02/04. O evento fez parte do Aquário, ciclo de palestras da Casa Firjan, que traz temas importantes para a nova economia. Confira as próximas programações.

O trabalho com criadores digitais de conteúdo é fundamental para estabelecer conexão e interatividade com a rede. De acordo com Bia, com as mídias sociais, a marca deixa de ter um papel passivo e de protagonista para fazer parte da comunidade: “Vale ressaltar que marketing de influência não é marketing de celebridade. Não se trata mais apenas sobre número de alcance, mas sim sobre o potencial de fazer circular uma mensagem e pautar conversas. Ao fazer parte da conversa, o capital social e as credenciais do influenciador também se tornam da empresa contratante”.

Hoje, existem no Brasil 920 mil youtubers (criadores de conteúdo na plataforma de vídeos YouTube), com mais de 10 mil inscritos e com publicação semanal de pelo menos um vídeo. “Influenciadores devem ser usados como expressão de valor da marca. Quando anunciamos em um grande veículo de mídia, não estamos nos conectando com os valores dessa audiência. Porém, quando fazemos trabalhos junto com esses profissionais da internet, nos associamos aos valores e passamos a ser simbolizados por eles”, afirmou Bia.

Influenciadores devem ser usados como expressão de valor da marca. - Bia Granja, co-fundadora e CCO do Youpix.

De acordo com levantamento da Youpix, 77% dos profissionais de marketing concordam que influenciadores trazem um resultado que nenhum outro tipo de comunicação digital traz. Além disso, para cada U$ 1 investido, em média, há um retorno de U$ 7,65. “É um trabalho estratégico, que requer, na nossa empresa, 17 passos, entre definição de objetivos, orçamento e narrativa, passando pelo mapeamento e estudo de influenciadores, até chegar à produção de conteúdo e mensuração e análise do investimento”, explicou a CCO da empresa.

Mas como funciona na prática?

Uma empresa que aposta no marketing de influência é a L'Oréal Brasil. Um dos seus cases de sucesso foi com a fragrância Acqua di Giò. A equipe responsável escolheu essa estratégia para lançar a terceira versão do perfume, o Absolu. Seis influenciadores homens, com sinergia com o produto (jovens, que gostam de viagem, esportes e têm conexão com a natureza), foram levados até Itacaré para participar da ação de dois dias, que consistia em apresentar cada uma das três fragrâncias em cenário ideal. O local escolhido foi o resort Txai, que tem proximidade com praias, cachoeiras e trilhas da região.
 

ic_influenciadores2- Paula-Johas
A coordenadora de Comunicação da Divisão de Luxo da L'Oréal Brasil, Erika Rosental, apresentou um de seus cases de sucesso. | Foto: Paula Johas



“A linha Absolu do Acqua di Giò é uma mistura de madeiras, suavizada pela assinatura fresca da água. Para seu lançamento, além de introduzir o terceiro perfume, tínhamos como objetivo ganhar duas posições no ranking de vendas de fragrância masculina para a linha tradicional da marca. Nós conseguimos isso”, contou Erika Rosental, coordenadora de Comunicação da Divisão de Luxo da L'Oréal Brasil.

De acordo com Erika, outras conquistas com a campanha foram o retorno de 1.891% de payoff (valor do ganho médio dividido pela perda média) em Earned Media Value (exposição de uma marca quando ela é referida em canais que a empresa não controla diretamente) e venda seis vezes acima da média do mercado em agosto de 2018, mês dos pais. Foram mais de 50 posts criados pelos influenciadores e mais de 305 mil em interação. A ação pontual rendeu parcerias futuras com os jovens participantes.

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida