Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Educação / Economia do Rio/ Firjan

Casa Firjan lança programa Bolsa Comunidade Empreendedora

18/04/19 17:30  -  Atualizado em  24/05/19 12:00

A Casa Firjan prorrogou até 31/05 as inscrições para o programa de capacitação Bolsa Comunidade Empreendedora, que vai oferecer 100 bolsas de estudo integrais para os cursos da instituição. A inscrição será válida para os cursos, oficinas e master classes - aulas com experiência imersiva, com início entre junho e dezembro deste ano. O objetivo é capacitar jovens e adultos de baixa renda, a partir de 14 anos, para atuação em atividades voltadas para inovação e empreendedorismo. O resultado será divulgado no dia 5 de junho.      
 
O programa é voltado para quem tem vontade ou já está engajado em algum projeto empreendedor ou ação social, ou que tem vontade de colocar em prática alguma ideia que pode contribuir para transformar a realidade da comunidade onde mora. Entre os cursos que integram o catálogo da Casa Firjan, há opções como Criatividade Aplicada, Estudos de Futuro, Design Thinking e Fabricação Digital.
 
Para participar do edital é preciso gravar um vídeo de 2 minutos, em que o candidato se apresenta, conta um pouco sua experiência de vida e explica como o curso da Casa Firjan pode potencializar alguma ação na qual esteja engajado. O edital tem um roteiro, em que orienta que o candidato responda a perguntas, como: quem é você?; do que você se orgulha de ter feito?; por que deseja fazer um curso na Casa Firjan?; e de que forma você pode multiplicar o conhecimento adquirido?
 
Inaugurada em agosto de 2018, em Botafogo, a Casa Firjan é um espaço de inovação e empreendedorismo, que integra programação de cursos, oficinas e palestras a um ambiente de debate e elaboração de políticas públicas, que contempla também uma programação de atividades culturais. Uma das principais missões da Casa Firjan é refletir sobre o futuro do mercado de trabalho, considerando os desafios e tendências da nova economia, além de estudos, como o do Fórum Econômico Mundial, que aponta que 65% das crianças que estão hoje no ensino básico vão trabalhar com profissões que ainda não existem.
 
 
 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida