Para Empresas

Notícias

Infraestrutura

FIRJAN alerta para impactos da relicitação de rodovias

07/03/17 19:23  -  Atualizado em  16/03/17 14:15

É preocupante a decisão do governo de antecipar o processo de relicitação das rodovias concedidas na primeira fase do Programa de Concessões, em especial a BR 040 (Washington Luiz), BR 116 Sul (Presidente Dutra) e BR 116 Norte (Rio-Teresópolis).

A antecipação dos estudos para a nova concessão, a partir de 2018, desestimula novos investimentos, principalmente os de maior vulto, como a conclusão da nova subida da Serra de Petrópolis (BR 040), já com 70% das obras concluídas, mas paralisadas há quase um ano, e da nova descida da Serra das Araras (BR 116 Sul), maior gargalo logístico do Brasil.

O Sistema FIRJAN avalia como fundamental que o governo encontre formas de garantir a retomada imediata destes investimentos, uma vez que seguidos os ritos tradicionais dos processos licitatórios, há o grave risco dessas obras, que poderiam ser concluídas entre dois e cinco anos, terem seu prazo dilatado para 10 a 13 anos.

Este atraso representará grandes perdas humanas, sociais e econômicas para o estado do Rio de Janeiro e o país, além de representar o adiamento de investimentos e geração de empregos em um momento em que o país mais precisa. 

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida